Especialização em eletrofisiologia com aplicações terapêuticas para terapeutas da fala - edição 2022

Início a 19 de Março de 2022
  • Enquadramento

    A Especialização Profissional em Eletrofisiologia com Aplicações Terapêuticas, foi desenvolvida para suprir uma necessidade de mercado no âmbito da Terapia da Fala. A utilização de equipamentos capazes de avaliar de forma objetiva, distanciando cada vez a subjetividade no processo terapêutico, vem de encontro as exigências cada vez mais presentes dos processos de avaliação da qualidade em hospitais e clínicas que o Terapeuta da Fala está inserido como um dos técnicos da equipa de medicina física e de reabilitação ou da equipa de serviço de avaliação e reabilitação da voz. Tem sido neste contexto, a aprendizagem e uso de equipamentos eletrofisiológicos um contribuído cada vez maior para o alcance das metas terapêuticas.

    A eletromiografia de superfície e a termografia são instrumentos eletrofisiológicos objetivos porque captam e mensuram a atividade elétrica dos músculos superficiais no momento de repouso e da contração muscular. Dessa maneira têm contribuído tanto como ajuda na avaliação como na terapêutica dos distúrbios motores orais, nas alterações da respiração, mastigação, deglutição, fala, e demais funções do sistema estomatognático, áreas de intervenção dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, nomeadamente, os Terapeutas da Fala.

    Na prática da motricidade orofacial, na reabilitação das disfagias orofaríngeas, nos distúrbios da voz e dispraxias da fala, quando existe uma queixa específica, os exames subjetivos podem dificultar a correlação entre o que ocasionou o problema e quais suas consequências, tornando os diagnósticos miofuncionais pouco precisos. Por serem instrumentos capazes de contribuir com respostas objetivas e quantificativas no processo de avaliação a eletromiografia de superfície e a termografia tem se mostrado eficaz no contributo para alcance das metas terapêuticas miofuncionais.

    Instrumentos eletrofisiológicos como fotobiomodulares, ultrassom terapêutico e electroestimuladores, têm sido utilizados por diversas áreas profissionais, nomeadamente, a Educação Física e Desporto, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Medicina Veterinária, Medicina Dentária, entre outras. Cada profissão utiliza estes equipamentos consoante a sua área de atuação, adequando a sua utilização mediante os distúrbios ou patologias que são objetivo do seu campo de intervenção. Uma vez mais, os Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, nomeadamente a Terapia da Fala, tem sido beneficiada, já há alguns anos, da utilização destes equipamentos, com excelentes resultados publicados em revistas científicas em diversos países. Em Portugal, em cursos de formação profissional, Especializações e Mestrado em Terapia da Fala, na área da Motricidade Orofacial e Deglutição, o ensino e a recolha de dados provenientes da utilização destes instrumentos que ajudam no processo de reabilitação terapêutica Motora Oral e Facial e da deglutição, estão presentes há quase uma década. As exigências atuais de respostas, necessárias para diminuir o tempo de permanência dos doentes na reabilitação feita por terapeutas da fala, tem despertado o interesse de empresas que desenvolvem equipamentos eletrofisiológicos, fazendo com elas invistam cada vez mais no mercado da reabilitação motora oral e facial e das disfagias orofaríngeas, áreas de atuação do Terapeuta da Fala, fabricando equipamentos e softwares de avaliação para a intervenção por estes profissionais, tais como o Vitalstim®, MioTool Face da Miotec®, Dmc® laser therapy ec, Ibramed®, Neurotrac®, entre outros.

    A contribuição de exames objetivos e aparelhos de reabilitação vem contribuir com o crescimento da Terapia da Fala como ciência, na diminuição do tempo de permanência dos doentes em terapia e na economia pelas instituições de cuidados com a diminuição de permanência dos doentes em internamento ou atendimento em ambulatório

  • Destinatários

    Terapeutas da Fala e estudantes do 4º ano da licenciatura em Terapia da Fala.

  • Local

    Instituto Epap - EAD - ensino a distância 

    Avenida, António Serpa, 32 - 3 D

    Salas de Formação 1º andar

    1050 - 027 - Lisboa

  • Duração

    9 meses 

  • Número Clausus

    Míninos de alunos 15  e Máximos de  alunos 25

  • Valores

    Valor total 1.800€ (mil e oitocentos euros)

    Matricula - 180€ (cento e oitenta euros), após a sua inscrição

    + 9 parcelas de 180€ (cento e oitenta euros)

  •  

    Metodologia

    Expositivo – Apresentação multimédia; Visionamento de vídeos; Interrogativo – Formulação de
    questões dirigidas / abertas; Ativo – Estudos de caso; Resposta a fichas de atividade / testes de
    avaliação online.
    As sessões decorrem em ambiente e-learning, através da plataforma de formação a distância,
    a qual possui diversas ferramentas formativas para ministro de sessões síncronas e
    assíncronas, bem como para realização de atividades pedagógicas e avaliações. O endereço da
    plataforma de aprendizagem virtual é: https://www.epapead.institutoepap.com/
    Cada formando/a receberá as credenciais de acesso à plataforma e-Learning na sua caixa de e-
    mail, nomeadamente utilizador e senha.
    Para assegurar confidencialidade da senha, será necessário que cada formando/a proceda à
    alteração da senha. A nova senha deverá ser alfanumérica (constituída por algarismos, letras
    minúsculas / maiúsculas e/ou símbolos).
    Cabe a cada formando/a salvaguardar os dados de acesso à plataforma e-Learning, não
    fornecendo os mesmos a terceiros. O Instituto EPAP não terá acesso às novas credenciais.
    Contudo, o/a formando/a poderá recuperar a senha, se necessário. Para o efeito, O Instituto
    EPAP disponibilizará o nome de utilizador, a partir do qual o/a formando/a terá indicação da
    senha na sua caixa de e-mails.

  • Avaliação das aprendizagens

    A avaliação da aprendizagem da formação assenta nos seguintes critérios e ponderações:
     
    · 100% Competências técnicas (desempenho através de instrumento de avaliação de
    diagnóstico de aproveitamento formativo (teste), composto por 50 perguntas de escolha
    de verdadeiro ou falso, disponibilizado na Plataforma Moodle do Instituto EPAP na página
    do curso). A cotação total do teste é de 20 valores, distribuídos pelas perguntas. A nota
    mínima e aproveitamento é de 10 valores, de acordo com a classificação europeia de
    classificação.

  • Certificação

    Após conclusão da componente curricular do curso o formando poderá
    requerer o seu certificado de conclusão. Esta certificação é feita através da Plataforma SIGO -
    Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa, em conformidade com a
    Portaria nº 474/2010, de 8 de julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT –
    Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso
    na pauta de avaliação final.
    No certificado constará a nota final obtida no curso e respetivas notas de cada módulo.
    Todavia, isto só se verificará caso o formando cumpra os critérios de avaliação e obtenha
    aprovação no curso (i.e., nota superior a 9,5 valores, quer no final de cada módulo, quer na
    totalidade do curso). No caso de não cumprimento destes critérios, o formando receberá
    apenas um certificado de frequência, onde constará o número de horas e respetivos
    conteúdos lecionados. O formando poderá solicitar melhoria de nota, tendo esta um custo
    associado..

    .

  • Outras informações

    O Instituto Epap reserva o direito de não realizar a formação se não for preenchido o número mínimo de vagas.

     

Coordenação

  • adriano rockland

    Adriano Rockland

    Diretor Instituto EPAP

    . Graduação Plena em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (Reconhecimento de Grau Académico de Licenciatura pela Universidade do Algarve-Portugal).

    . Especialista em Geriatria e Gerontologia pela Universidade de Aveiro. Pós-graduado em Gerontologia pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente é Diretor do Instituto E.PAP - Ensino Profissional, Avançado e Pós-graduado, Coordenador da Pós-graduação em Intervenção Terapêutica Motora Oral e Facial e da Pós-graduação em Intervenção Terapêutica nas Disfagias Orofaríngeas da Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa/Instituto E.PAP.

    . Co-coordenador (coordenador de área de especialidade) do Mestrado em Terapia da Fala: Motricidade Orofacial e Deglutição da Escola Superior de Saúde do Alcoitão da Santa Casa da Misericórdia. Co-coordenador do Máster em Motricidade Orofacial, programa de curso da FUB Fundació Universitària del Bages e Instituto EPAP – Acreditação por UVic - Universitat de la Catalunya Central (España).

    . Professor do Master em Motricidade Orofacial da Unversidad Complutense de Madrid.

    . Áreas de interesse principais: Avaliação Funcional da Deglutição por Radiodiagnóstico (Videofluoroscopia da Deglutição).

    . Avaliação Termográfica e Laserterapia. Reabilitação das Disfunções Temporomandibulares. Design Pedagógico de Cursos para o Ensino Superior.

    . Membro da ALTEC - Associação de Laserterapia e Tecnologias Afins de Portugal.

  • adriano rockland

    Alexandre Cavallieri Gomes

    Bacharel e Mestre em Fisioterapia pela Universidade Federal de São Carlos

    . Especialista em Fisioterapia Esportiva pela Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva;
    . Especialista em Fisioterapia Traumato Ortopédica pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional Brasil;
    . Docente em pós-graduações no Brasil, Portugal e Espanha;
    . Fisioterapeuta de atletas profissionais, Olímpicos e Paralímpicos;
    . Autor de capítulos de livros e artigos sobre Recursos Físicos.

Formador(es)

Conteúdos Programáticos

  • UC1-Neurofisiologia

    TM1. Neuroanatomia, fisiologia, alterações centrais e periféricas relacionadas à dor

    TM2. Neuroanatomia, fisiologia, adaptações centrais e periféricas relacionadas ao movimento e ao destreinamento

  • UC2 - Introdução à Eletromiografia de Superfície

    TM3. Bases e fundamentos

    TM4. Metodologias para captação de sinal

    TM5. Procedimentos para uma melhor captura de sinal

    TM6. Processamento de sinal baseado no tempo

    TM7. Processamento de sinal baseado na frequência

  • UC3 - Eletromiografia de Superfície e Biofeedback Aplicados ao Sistema Estomatognatico

    TM8. Eletromiografia de superfície e Biofeedback aplicados ao sistema estomatognatico humano

    TM9. Utilização de equipamentos, cuidados e manuseio

  • UC4 - Correntes Elétricas Excitomotoras (NMES) e Eletroanalgesia

    TM10. Bases, diferentes concepções versus similaridades clínicas de todas as correntes elétricas. Correntes de baixa frequência e de média frequência

    TM11. Aplicações posturais e de treinamento de força. Aplicações, ciência, problemas comuns na prática clínica e suas soluções. Dosimetria

    TM12. Correntes eletroanalgésicas. Aplicações, ciência, problemas comuns na prática clínica e suas soluções. Dosimetria

    TM13. Discussão de dúvidas, de casos clínicos e debate de artigos científicos

  • UC5 - Correntes Elétricas Excitomotoras (NMES) e Eletroanalgesia Aplicados ao Sistema Estomatognatico Humano

    TM14. Aula aplicada: NMES para tratar disfunções da voz

    TM15. Aula aplicada: NMES para tratar disfagias

    TM16. Aula aplicada: NMES para tratar disfunções orofaciais

    TM17. Desvendando, aplicando, utilizando e discutindo o uso prático dos equipamentos

  • UC6 - Fundamentos de Fotobiomodulação (PBM)/Laserterapia

    TM18. Bases, produção e concepção

    TM19. Fundamentos físicos e interação biológica

    TM20. Luzes vermelhas e infravermelhas

    TM21. Segurança, cuidados e contraindicações

    TM22. Parâmetros ajustáveis e sua correlação fisiológica

    TM23. PBM e a prática clínica: ossos, músculos, nervos e reparo tecidual

    TM24. PBM contribuindo para a drenagem linfática da cabeça e pescoço

    TM25. ILIB

    TM26. Terapia Fotodinâmica (PDT)

    TM27. Discussão de artigos e dúvidas. Bases de fotobiomodulação, interação da luz com os tecidos

  • UC7 - Fotobiomodulação (PBM)/Laserterapia Aplicadas

    TM28. Aula aplicada: PBM para tratar disfunções da voz patológica e profissional. (discussão de dúvidas, de casos clínicos e debate de artigos científicos. Demonstração das aplicações)

    TM29. Aula aplicada: PBM para tratar disfunções orofaciais (discussão de dúvidas, de casos clínicos e debate de artigos científicos. Demonstração das aplicações)

    TM30. Aula aplicada: PBM para tratar disfagias e distúrbios da salivação. (discussão de dúvidas, de casos clínicos e debate de artigos científicos. Demonstração das aplicações)

    TM31. Desvendando, aplicando, utilizando e discutindo o uso prático dos equipamentos

  • UC8 - Ultrassom Terapêutico (UST)

    TM32. Produção do ultrassom. Diferentes tipos de ultrassom e suas aplicações

    TM33. A onda ultrassônica e sua transmissão

    TM34. Efeitos mecânicos, químicos, bioquímicos, térmicos e não térmicos do ultrassom terapêutico

    TM35. Alterações do fluxo sanguíneo

    TM36. Quando utilizar e quando não utilizar

    TM37. Penetração das ondas ultrassônicas

    TM38. Reparação tecidual, cicatrização de feridas e mobilização tecidual

    TM39. Controle da dor, terapia combinada e fonoforese

    TM40. Aula aplicada: PBM, ultrassom e correntes elétricas integradas a diferentes estratégias e métodos de tratamento na Terapia da Fala

    TM41. Desvendando, aplicando, utilizando e discutindo o uso prático dos equipamentos. Aula prática com aplicações reais

  • UC9 - Terapia TECAR

    TM42. Bases físicas, produção das ondas e conceitos

    TM43. Fundamentos físicos e interação biológica. Métodos capacitivo e resistivo e suas aplicações clínicas na terapia da fala

    TM44. Efeitos mecânicos, químicos, bioquímicos, térmicos e não térmicos do ultrassom terapêutico

    TM45. Ultrassom Terapêutico e Terapia Tecar: discussão de dúvidas, de casos clínicos e debate de artigos científicos

Newsletter + EPAP

Mensalmente selecionamos para si informações com a garantia dos profissionais do nosso instituto.

Subscrever

DGERT