Formação Contínua de Avaliação e Terapia em Disfagias Orofaríngeas - 2022

Datas: 19 e 26 de Fevereiro 12 e 26 de Março de 2022
  • Enquadramento

    A disfagia é a dificuldade de deglutição relacionada ao funcionamento das estruturas
    orofaringolaríngeas e esofágicas, dificultando ou impossibilitando a ingestão oral segura, eficaz
    e confortável de saliva, líquidos e/ou alimentos de qualquer consistência, podendo ocasionar
    desnutrição, desidratação, aspiração, desconforto e isolamento social, além de complicações
    mais graves como a pneumonia aspirativa e o óbito. Nesta formação oferecemos os
    conhecimentos essenciais para a actuação do Terapeuta da Fala nas disfagias orofaríngeas,
    com uma abordagem centrada na biomecânica da deglutição para uma correcta avaliação,
    intervenção e interpretação de diagnósticos por imagem dos distúrbios da deglutição. No final da
    Formação contínua, o aluno será submetido a um teste avaliação de conhecimentos, sendo
    atribuída uma classificação em escala quantitativa..

  • Destinatários

    Terapeutas da Fala e alunos finalista do 4º ano da licenciatura em Terapia da Fala

  • Carga Horária

    30 horas de aulas teórico - práticas

  • Horários

    19 de Fevereiro das 10h às 13h e das 14h às 18h

    26 de Fevereiro das 09h às 13h e das 14h às 18h

    12 de Março das 10h às 13h e das 14h às 18h

    26 de Março das 09h às 13h e das 14h às 18h

  • Local

    Instituto Epap - EAD - ensino a distância 

    Av. António Serpa, nº 32 - 3 D

    Salas de formação - 1º andar

    1050-027 Lisboa

  • Valores 

    Valor total 210€ (duzentos e dez euros)

    * inscrição 30€ (trinta euros), após a sua inscrição

    ** + 3 prestações de 60€ (sessenta euros), cada

  • Número Clausus

    Mínimos de alunos 15

    Máximos de alunos 25

  • Avaliaçao de Apredizagens

    A avaliação da aprendizagem da formação assenta nos seguintes critérios e ponderações:

    · 100% Competências técnicas (desempenho através de instrumento de avaliação de diagnóstico de aproveitamento formativo (teste), composto por 50 perguntas de escolha de verdadeiro ou falso, disponibilizado na Plataforma Moodle do Instituto EPAP na página do curso). A cotação total do teste é de 20 valores, distribuídos pelas perguntas. A nota mínima e aproveitamento é de 10 valores, de acordo com a classificação europeia de classificação.

  • Certificação

    Após conclusão da componente curricular do curso o formando poderá requerer o seu certificado de conclusão. Esta certificação é feita através da Plataforma SIGO - Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa, em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.

    No certificado constará a nota final obtida no curso e respetivas notas de cada módulo. Todavia, isto só se verificará caso o formando cumpra os critérios de avaliação e obtenha aprovação no curso (i.e., nota superior a 9,5 valores, quer no final de cada módulo, quer na totalidade do curso). No caso de não cumprimento destes critérios, o formando receberá apenas um certificado de frequência, onde constará o número de horas e respetivos conteúdos lecionados. O formando poderá solicitar melhoria de nota, tendo esta um custo associado.

    .

  • Métodos e Metodologias

    Expositivo – Apresentação multimédia; Visionamento de vídeos; Interrogativo – Formulação de questões dirigidas / abertas; Ativo – Estudos de caso; Resposta a fichas de atividade / testes de avaliação online.

    As sessões decorrem em ambiente e-learning, através da plataforma de formação a distância, a qual possui diversas ferramentas formativas para ministro de sessões síncronas e assíncronas, bem como para realização de atividades pedagógicas e avaliações. O endereço da plataforma de aprendizagem virtual é: https://www.epapead.institutoepap.com/

    Cada formando/a receberá as credenciais de acesso à plataforma e-Learning na sua caixa de e-mail, nomeadamente utilizador e senha.

    Para assegurar confidencialidade da senha, será necessário que cada formando/a proceda à alteração da senha. A nova senha deverá ser alfanumérica (constituída por algarismos, letras minúsculas / maiúsculas e/ou símbolos). 

    Cabe a cada formando/a salvaguardar os dados de acesso à plataforma e-Learning, não fornecendo os mesmos a terceiros. O Instituto EPAP não terá acesso às novas credenciais. Contudo, o/a formando/a poderá recuperar a senha, se necessário. Para o efeito, O Instituto EPAP disponibilizará o nome de utilizador, a partir do qual o/a formando/a terá indicação da senha na sua caixa de e-mails.

Coordenação

  • adriano rockland

    Susana Mestre

    Terapeuta da Fala no Centro Hospitalar Universitário do Algarve - Hospital de Faro, com a atuaçao na avaliação e reabilitação dos doentes com Disfagia Orofaríngea e apoio na realização de exames instrumentais (Videofluoroscopia e Videoendoscopia da Deglutição

    Bacharel em Engenharia Alimentar, Licenciada em Terapia da Fala, Pós Graduada em Intervenção Terapêutica nas Disfagias Orofaríngeas, em Intervenção Terapêutica nas Disfagias Orofaríngeas, em Intervençao Terapêutica na Motricidade Orofacial e em Ventilação Mecânica - Nível 1, pelo Instituto Epap.

    Mestre em Neurociências Cognitivas.

    Coordenadora das Pós - Graduações em Intervençao Terapêuticas nas Disfagias Orofaríngeas pelo o Instituto Epap.

    Docentedo Mestrado em Terapia da Fala: área da especialização em Motricidafde orofacial e Deglutição da Escola Superior de Saúde  do Alcoitão - ESSA.

    Docente do Màster em Motricidad Orofacial  e da Pós - Graduación em Disfagias Orofaríngeas, programa de curso da FUB Fundación Universitària del Bages e Instituto Epap.

    Acreditación por la UVic- Universitat de la Catalunya Central (Espanha). Mebro associado da Sociedade Europeia de Perturbaçoes da Deglutição (ESSD).

    .

Formador(es)

  • antonio vieira

    Susana Mestre

     

Conteúdos Programáticos

  • TM1

     . Rivisão Anatomofisiológica do Sistema Estomatognático

  • TM2

    . Etilologias das Disfagias

  • TM3

    . Tipos de Disfagias

  • TM4

    . Fatores de Risco Associado às Disfagias

  • TM5

    . Potencializadores da Dsifagia Orofaríngea

  • TM6

     . Fisiopatologia das Disfagias

  • TM7

     . Critérios para Avaliação Clínica e Objetiva das Disfagias

  • TM8

     . História Clínica em Disfagia

  • TM9

     . Avaliação Estrutural do Sistema Estomatognático

  • TM10

     . Avaliação Funcional da Deglutição: Ausculta Cervical

  • TM11

     . Avaliação Instrumental Complementar para o estudo da Deglutição

  • TM12

     . Avaliação do Paciente Traqueostomizado

  • TM13

     . Análise Relacional Entre a Doença de Base, o Distúrbio de Deglutição e a Intervenção
    Terapêutica

  • TM14

     . Intervenção com Doentes Neurológicos

  • TM15

    . Intervenção com Idosos

  • TM16

    . Como definir a Conduta Terapêutica?

  • TM17

    . Prescrição Terapêutica em Disfagias Orofaríngeas

  • TM18

    . Prognóstico nas Disfagias Orofaríngeas

  • TM19

    . Simulação de Avaliação e Intervenção em Grupos

  • TM20

    . Estudos de Casos Clínicos

Newsletter + EPAP

Mensalmente selecionamos para si informações com a garantia dos profissionais do nosso instituto.

Subscrever

DGERT